quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Mastigadas na Bahia

Há um tempo atrás, alguns amigos e eu decidimos passar a virada do ano na Bahia. Não sabíamos exatamente onde, então, compramos passagens para Salvador com bastante antecedência e ficamos num pingue-pongue de emails até escolher Moreré como destino das férias de verão.

Embarquei dois dias depois da turma para encontrar sete amigos nas cabanas que alugamos no meio de uma “aldeia” bastante peculiar. Roots de verdade, mas com uma biblioteca super interessante no meio daquela mata à beira-mar. Na mala, duas garrafas de espumante e outra de azeite de oliva extra virgem para garantir a boa comida, além de livros, cadernos e canetas de todos os tipos.

Essa viagem me colocou de frente com novos sabores e tornou a comida um ritual de paciência, diversão e pileques vespertinos. Siriguela seria um xingão se eu não tivesse provado essa fruta por lá, do mesmo jeito que me surpreendi com o sabor dos sorvetes caseiros de mangaba, banana e cajú da pousada do suíço, sem contar o vinagrete de polvo super tenro e os acarajés das baianas tranqüilas na beira da praia.

Foi tão divertido que me rendeu histórias que serão tema das próximas postagens.

Junte seu povo, façam comida juntos, viajem, bebam seus drinks, olhe pro lado e puxe assunto, descubra o que você tem em comum com o mundo e não tem outro jeito senão vivendo. Resumindo, arrume história pra contar. É o tipo de coisa que te marca pra sempre.


































Um comentário:

Carolina disse...

Que delícia o acarajé que deve sair dessas panelas. E com essa paisagem então... Eu quero! E quero tu no Rio também. Quando vens?
beijos